No dia mentira, vamos de Chico


Por Thales Ramos//

E vamos de Samba do grande amor, no 1° de abril, dia da mentira. Música de Chico Buarque, aquele mesmo, que quando toca na roda, as cabrochas seguram a barra de saia e corrupiam feito rolinhas no cio. Cena bonita e frequente. Dizem que mentir é feio. Bonito, de fato, não deve ser. Às vezes, a mentira vale a pena. Acho que todo mundo sabe disso.Por que quando interessa, quase todo mundo mente.

Hoje eu tenho apenas/Uma pedra no meu peito/Exijo respeito/Não sou mais um sonhador/Chego a mudar de calçada/Quando aparece uma flor/E dou risada do grande amor Mentira

Uma resposta para “No dia mentira, vamos de Chico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s