O sensato destino de Almir Guineto


Por Thiago Dias, Emiliano Mello
e Thales Ramos. Foto de Ari Kaye

Tupã, município a 520 quilômetros da capital São Paulo, tem cerca de 65 mil. Um deles sabe bem o valor que tem o silêncio de uma pequena cidade: Almir Guineto, que há cinco anos trocou a batucada dos grandes centros pela paz no interior paulista. O compositor jura que agora só bebe água, tenta parar com o cigarro e que não cai mais nas tentações como antigamente.

“Ninguém é de ferro. Descobri isso com a idade”, diz o sambista, de 61 anos.

Na década de 80, Almir Guineto chegou a fazer cinco shows por noite, 67 por mês. “Era uma ignorância”, resume o sambista, que não tem a mesma badalação de 20 anos atrás, mas segue como um dos artistas mais lembrados nas rodas, com sucessos como “Pranto que chorei”, “Insensato destino”, “Caxambu”, “Mel na boca”, “Conselho”, “Lama nas ruas”, entre diversos outros.

Leia aqui a entrevista exclusiva

O exílio o afastou do público carioca, que sente falta da presença do bamba. Mas ele nem pensa em voltar a morar na terra natal. Almir deixou o Rio de Janeiro e o morro do Salgueiro cedo. Em 69, já morava em São Paulo para tocar cavaquinho com os Originais do Samba. A ida para o interior veio após o casamento com Cristina, neta de uma líder de escola de samba em Tupã.

“É a cidade dos aposentados. Todo mundo me pergunta como eu deixei a praia para morar lá. Mas a gente descobre que dá para se adaptar a qualquer lugar. Não saio mais do mato não”, afirma

Boi, amendoim e Almir Guineto. Estas são as três estrelas de Tupã. A mudança representa também o início de um novo estilo de vida do cantor. Nos anos 80, quando o pagode estourou no Brasil, ele ficou marcado por faltar a muitas apresentações. Hoje, reconhece que “ficar bêbado todo dia” não vale mais a pena.

“Tinha uma época que o pessoal só entrava no show depois que eu e o Zeca (Pagodinho) já estávamos na casa. A gente faltava muito, isso era um absurdo”, admite Almir, em entrevista exclusiva à equipe O SAMBA, em um hotel no Rio.

O compositor garante não sentir saudades do tempo em que era o maior nome do pagode no Brasil, já que “nem podia sair de casa”. Mas, em Tupã, a rotina de autógrafos continua quando anda pelas ruas. Coisa rara, por sinal. “Ele não sai muito de casa não. Fica mais trabalhando, mas parece que ele gosta muito da cidade”, conta o prefeito Waldemir Gonçalvez Lopes.

Na chácara em Tupã, nada de pagodes. Lá reina a tranqüilidade e o samba perde para o sertanejo no gosto popular. “O negócio é cantar para boi”, brinca Almir, se referindo às freqüentes festas de peão boiadeiro da cidade.

A música sertaneja pode ser a preferida na cidade, mas a presença do carioca faz o samba ser respeitado. “Sabemos da obra do Almir, de tudo que ele fez pelo samba. É uma honra tê-lo aqui, pois Tupã não tem celebridades”, diz o prefeito.

8 Respostas para “O sensato destino de Almir Guineto

  1. Salve,salve…..meu amigo
    a cada dia que passa vc me surpreende com belas entrevista
    parabéns e continue assim.

  2. Pingback: Os artistas mais influentes do samba…para mim « O samba é meu dom·

  3. Pingback: Insensato Coração? Prefiro Insensato Destino… « O samba é meu dom·

  4. é tupã vai sentir saudades mas o cara q faz mel na boca lama nas ruas insensato coração lindissímas musicas ia voltar em grande estilo e assim o grande sambista o grande partideiro almir guineto retorna ao lindo cartão de visita , com o album cartão de visita e vai arrasarrrr parabéns um bjo grande dessa sua fã ylka.

  5. I’m not too surprised. That code mfieoids the Hosts file. The hosts file is a common target of malware. Changing its contents can prevent access to the Internet.Are you THE Administrator, or do you just have administrator privileges? If the second, try logging in as Administrator. There seem to be some things (perhaps related to file permissions, which are far more complicated with Windows XP and on than they were with Windows 9x and previous) that Administrator can do that ordinary administrators can’t.Hope that helps.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s